Páginas

Bolívia - Peru: Comemos por ai


Se teve um lugar que não comemos bem foi na Bolívia. Tudo lá tem uma carinha de sujinho, mesmo comendo em lugares não tão populares. No primeiro dia não quisemos arriscar nada e nos enfiamos no Burguer King. Não tem Mc Donald's, mas o King nos salvou. Ao lado do hotel tranqueira que ficamos por pura preguiça de procurar outro tinha um café delicinha e batíamos ponto todos os dias. O nome era café Torino, destaque para o café com leite cremoso e quentinho que conquistou meu coração.

Pegamos confiança nos nossos sistemas digestivos e resolvemos encarar uma Parrilhada, prato típico de vários países e inclusive no Sul do Brasil. Lembra um churrasco misto, mas nesse leva miúdos e tripa que foi prontamente dispensado por nós. A moça que me atendeu ficou espantada quando disse que não queria essas partes. A parrilhada vinha acompanhada de arroz com queijo (não gostamos) e batatas fritas (tudo lá leva batata) No último dia na cidade fomos almoçar no Brossos uma rede de lanchonetes/restaurantes bem gostosinha no estilo fast food e que tembém serviam uns pratos farto e bem gostosos.

Em Copacabana, comi pela primeira vez a truta do lago que lembra bastante um salmão só que magrinho, a tentativa de experiência gastronômica na Ilha do Sol foi frustrante. Como estávamos "presos" no lado norte da ilha (contei aqui) tentamos em vão comer em um dos dois restaurantes que vimos. Um entramos, sentamos e ninguém apareceu pra nos atender. Seguimos pro próximo, o Mendel sentou e imediatamente falei que ali não ficaria. Ele não entendeu, mas foi só mostrar o método de "limpeza" dos pratos e talheres que ele saiu correndo. A menina "limpava" os pratos usados com um guardanapo e devolvia pra pilha para serem usados novamente. Morri e comprei uma Pringles com coca-cola.


Cansados de tanta experiência ruim com comida e aproveitando que nosso hotel em Copa tinha uma cozinha liberada aos hóspedes, comprei macarrão, extrato de tomate, atum em lata, creme de leite e bananas e improvisei uma ceia que apesar de simples delícia e higiênica. Cozinhei inclusive com água mineral.


No Peru foi outra história. Graças a Deus! Enfiamos o pé nas comidas típicas locais e o Mendel inclusive arriscou um churrasquinho de rua que estava tão cheiroso que acabei roubando um pedaço =D

                                                   
 Mendel se arriscando no churrasquinho. Isso em cima é uma batata.

No primeiro dia comemos uma pizza na Pizzaria da Nonna. Escolhemos uma pizza metade havaiana (abacaxi e lombinho) e a outra metade quatro queijos. Divina!!! Depois fomos no Bembos, um fast food local que tem uns sanduíches diferentes e muito gostosos, o Bembos fica na Praça das Armas em Cusco. O restaurante Inka ...Fe nos conquistou. Comíamos lá todos os dias, um ótimo lugar pra se jogar na carne de alpaca. Comi uma espécie de ensopadinho de alpaca com molho de vinho de comer rezando, sem falar nos crepes, sanduíches, massas. Nada que comi ou bebi no restaurante deixou a desejar. Recomendo muito! Tem três Inka...Fe em Cusco, um no bairro San Blas, um outro nas proximidades da Praça das Armas e o outro na Av. Sol. Se forem a Cusco não deixem de ir. A gente cismou que queria experimentar o tal do ceviche e acabamos encontrando o restaurante Paccha Mamma que também fica próximo a Praça das Armas. Comemos e amamos o ceviche, conversando com o garçon, ele acabou nos convencendo a comer o cuy (porquinho da índia) prato típico e muito apreciado pelos Cusqueños. Voltamos no dia seguinte, é gostoso me lembrou um pouco a carne de porco só que mais suave e macia, mas me deu uma dó quando ele chegou na mesa que por muito pouco não consegui comer. O Mendel devorou com uma cerveja bem gelada, mas hoje ele morre de pena também.



 Macarrão com strogonoff de alpaca do Inka...Fe.

 Ceviche

 O cuy

A minha carinha de pena e acabamos virando atração do restaurante. Todo mundo olhava pra gente e perguntava se era bom.

7 comentários on "Bolívia - Peru: Comemos por ai"

Grazzi! on 3 de fevereiro de 2012 10:39 disse...

Menina, qta aventura...até para comer...rs...isso sim é uma viagem que ficará na memória de vcs para sempre!

Marcela Lima on 3 de fevereiro de 2012 11:20 disse...

Ih, Danee! Acho que quando for à Bolívia, comerei o combo Pringles+Coca+chocolate todos os dias, variando com Burger King. Sério, o relato da mulher limpando os pratos com guardanapo me embrulhou o estômago.
E qdo for ao Peru, comerei pizza todos os dias hahaha.
Não me "apeteceu" nadica esses pratos, principalmente o pobre do porquinho da índia hahaha. Sei que é pura hipocrisia, pq estou looonge de ser vegetariana, mas...sei lá rsrsrs
Bjssssss

Jackie e Rômulo on 3 de fevereiro de 2012 11:33 disse...

Tb comemos mt mal na bolivia e fiquei com odio qd cheguei em nazca e me pesei (pra entrar no teco-teco) e nao tiha perdido um grama. po, comi mal, fiz mt exercicio e nada rsrsrs em la paz so comi no hotel, no deserto nao teve jeito, era o que davam. e pringle s ecoca-cola rsrs sempre! agora no peru é outra historia ne nossa, mt boa a comida deles (menos em puno, aff). Agora o cuy... eu tive um porquinho da india qd criança, nao tinha como eu pedir um...mt do. mas, pedimos tapas em cusco, e veio uma de cuy. ai eu provei um poquinho, mas quase chorei rsrsrs

Sra. N on 3 de fevereiro de 2012 12:25 disse...

comer fora da nossa terra é sempre uma aventura né...rs

Mas eu tb acho que alguns animais não deveriam servir para abate, mas é questão cultural né? o boi q comemos aqui na índia é sagrado tb.

Bjs

Pr. Bessa on 4 de fevereiro de 2012 23:26 disse...

Meus parabéns! Gostei muito do seu blog. Que o Senhor Jesus Cristo te abençoe, abundantemente.

Visite o meu blog e me adicione ao seu. Vamos fazer uma parceria. Aguardo sua confirmação.

Acesse: http://iijesuseocaminho.blogspot.com

Abraços.

Cynthia Barreto on 6 de fevereiro de 2012 11:44 disse...

Xii Danee, acho que eu passaria fome na Bolívia...rs!!

Beijos!

Em Nome dos Pais de Múltiplos on 17 de setembro de 2013 10:48 disse...

Nossa, vcs deveriam haver comido em Lima, é mais barato e ainda mais gostoso que Cusco, onde a comida é excelente, mas os preços são mesmo para turista hehe. Esse churasquinho, não falaram do que era? É coração de vaca, hein, o anticucho. É gostoso, mas eu não como mais desde que descobri o que realmente era hehehe. Quando regressarem ao Peru, me avisem para levar de passeio aqui rs abs

Postar um comentário

 

"Por onde for quero ser seu par" 2011 | Desenvolvido por Craftices