Páginas

Nostálgica


No sábado fui à casa da minha mãe e resolvi rever as fotos da família. Já perdemos algumas pessoas importantes da família, mas sem dúvida as que mais me fazem falta são os meus avós maternos. Eles também eram meus padrinhos de batismo. Os dois faleceram no mesmo ano, com apenas quatro meses de diferença. O meu avó não aguentou ficar aqui sem ela. Ele que era uma pessoa alegre começou a ficar muito triste e doente depois do falecimento dela. Na época chorei muito, fiquei muito triste, mas hoje o sentimento é de saudade e consigo rir vendo fotos e relembrando dos "causos" deles. Inclusive já contei um aqui.

Acabei trazendo pra minha casa algumas fotos, inclusive uma deles que ficava no meu quarto na casa da minha mãe. Chegando em casa queria colocar a foto em um porta retrato, mas aqui em casa não tinha nenhum sobressalente. Eu tinha que dar um jeito, sabe quando você não sossega enquanto não consegue? Eu estava assim. Peguei a minha caixinha de colorir, um envelope que sobrou da época do casório, alguns enfeites "perdidos", hashis e mãos à obra. Depois de 15 minutos eles já ocupavam um lugarzinho no nosso rack. Não pretendo deixá-los nesse porta retrato tosquinho, vou comprar um bacana assim que encontrar, mas por enquanto esse tá quebrando um galho.





Beijocas

6 comentários on "Nostálgica"

Sra. N on 11 de julho de 2011 10:43 disse...

Vc é das minhas Danee... só pára quando arruma uma forma de fazer oque queria.

Mesmo sendo de improviso ficou bom, e ta emoldurando como eles merecem, com destaque.

Sei o quanto é ruim as perdas, mas as fotos nos deixam mais alegres por recordar as coisas boas né?!

Bjs

Prill on 11 de julho de 2011 11:06 disse...

ah minha querida! fotografias, lembranças que perduram, são um eco dos momentos. por isso amo tanto essa arte. tudo é tão rápido, a vida é tão curta. as fotografias (mais do que qualquer video até) são uma oportunidade que a humanidade se deu pra perdurar um pouco mais seu olhar sobre as coisas.

olha, sobre o aluguel das mesas em Botafogo, não vi gata... acho que já estou me afogando nas informações. você se nimportaria de mandar novamente?

grande beijo!

Bibia Bueno on 11 de julho de 2011 12:36 disse...

Ai que fofos. Na minha família tiveram casos assim. Meu bisavô foi três meses depois d minha avó. Já o outro teve três esposas depois que ela se foi... Alguns casais se amam tanto que nem a morte os separa, vão juntos... :)

Naina on 11 de julho de 2011 20:51 disse...

Tb perdi minha avó, só que ano passado e tenho várias fotos com ela. Principalmente agora que estou grávida pois quero que minha pequena olhe a foto e pergunte quem é, pra eu falar na pessoa maravilhosa que era a bisa dela.

Ju on 11 de julho de 2011 23:21 disse...

Nhóóóó ficou mt fofolético!!! Eu tinha uma ligação mt forte com meu avô paterno, e a maneira que arranjei de lidar com esta perda é imaginando que ele está viajando e que em breve vou encontrá-lo ;)
bjocas, ju

Cynthia Barreto on 13 de julho de 2011 10:38 disse...

Ah, ficou cute o porta retrato!!

Ainda bem que a tristeza passou e ficaram somente as boas lembranças...Beijos!

Postar um comentário

 

"Por onde for quero ser seu par" 2011 | Desenvolvido por Craftices