Páginas

1° dia em Madri


Gente, o meu blog tá maluco e não me deixou formatar o post direito.


100 Montaditos


Templo Debod



Jardins de Sabatini





Palácio Real




Chegamos no aeroporto as 14h. O aeroporto é imenso e com poucos funcionários, do desembarque até a imigração, não tinha ninguém. Que por sinal não me fez nenhuma pergunta, pegou meu passaporte fez um cara crachá e só. Seguimos o fluxo, pegamos nossas malas e seguimos pro metrô que tem dentro do próprio aeroporto. Em Madri não tem necessidade de pegar taxi, a malha metroviária da cidade é muito boa. Demoramos cerca de 30 minutos até o nosso hotel.


Tomamos um banho e saimos pra almoçar e bater perna. A empolgação era tanta que a gente esqueceu o nosso guia e resolvemos seguir andando pelas ruas e encontrando os pontos turísticos meio que de surpresa. O primeiro que encontramos foi o Palácio Real, ficamos ali adimirados e seguimos andando, encontramos os jardins de Sabatini, templo Debod, praça de Espanha e mais alguns que na hora não vimos que eram pontos turísticos rs. Até que resolvemos voltar ao Palácio Real porque pertinho dele tinha um 100 Montaditos. O Mendel se apaixonou por esse bar. No nosso guia eu coloquei que a gente deveria visitá-lo, mas a paixão foi tanta que fomos todos os dias nele. O bar funciona da seguinte forma. Todos os dias se você comprar uma canacona (500ml) de cerveja e mais um montadito (sanduichinho), a cerveja custaria somente 1 Euro. Precisa explicar mais? Assim ficamos conversando, andando e bebendo até 1h da manhã quando nos rendemos ao cansaço.


Dicas pra economizar:


- Compre o ticket do metrô para turistas. Você paga um valor fixo e pode usar quantas vezes quiser no período de validade dele. Compramos o bilhete que valia por cinco dias e usamos MUITO! Pagamos 19 euros em cada bilhete, sendo que cada passagem avulso custa 1 euro e 2 euros se você for para o aeroporto.


- Visite um bar 100 montaditos, você vai economizar e muito no tira gosto e na cerveja. A cerveja servida lá é a mais vendida nos outros lugares, só que não custa menos de 2,30 euros.


- Procure para almoçar restaurantes que cobram preços fixos na refeição completa, com entrada, prato principal, sobremesa, bebidas e café. Uma ótima opção é a rede Salad & Co. o almoço custava 9,95 euros e a gente comia muito bem.


- Ande bastante. Não caia na tentação de pegar o ônibus vermelhinho para turistas. Tudo é muito pertinho e se você cansar entra no metrô. Afinal você já pagou por passagens ilimitadas.



Beijocas



1 comentários on "1° dia em Madri"

Mayra on 1 de agosto de 2011 16:03 disse...

Conheço mais alguém que ia adorar esse bar, dica ótima essa do metro! Bjos

Postar um comentário

 

"Por onde for quero ser seu par" 2011 | Desenvolvido por Craftices