Páginas

Não brigo mais


Desde que casamos as únicas vezes que discutimos foi por causa da organização da casinha. Digamos que eu seja um pouco neurótica queria que tudo fosse feito como eu faço. Só que o Mendel é uma pessoa totalmente diferente de mim, além do mais cada uma faz as coisas do seu jeito. Só que eu não cheguei a essa constatação tão fácil assim.

A última briga que tivemos (acho que foi no início do ano) foi tão desgastante que eu resolvi que eu não brigo mais. Não casei pra discutir por causa da organização da casa que nos esforçamos tanto para reformar e montar. Ela tem que ser o nosso refúgio, a nossa paz e não o contrário. A partir disso a convivência que já era maravilhosa ficou ainda melhor. Tentamos manter a casa organizada, mas hoje eu não entro em parafusos se a louça da janta for lavada no dia seguinte, se não passar pano na cozinha todo dia. Então quando temos a oportunidade de ficarmos em casa, quero ficar agarrada com o Mendel.

Lógico que a casinha não fica largada as moscas, ela continua organizada e limpa, só que agora sem neuroses ou obrigações de que tem que estar perfeita. Sempre ouvi que o primeiro ano de casada era o mais complicado. Que era o período de adaptações, o nosso passou rápido e tranquilo, o único porém era essa questão que resolvi resolver relaxando. Eu casei pra amar e não pra brigar, se a gente pouco brigava namorando, não seria agora que as coisas seriam diferentes.

E vocês já se adaptaram?

Tem post novo no bloguinho novo: http://daneecake.blogspot.com/

15 comentários on "Não brigo mais"

Ana Barbosa on 5 de julho de 2011 14:43 disse...

Nós aqui em casa não gostumamos brigar!!!
Eu sou nervosa e estressada...o leo é calmo e muito contrado!!! Deu certo!!!
A organização é uma das coisas que mais discutimos a outra é dinheiro ( ou melhor, a falta de dinheiro) kkkkk...
Estamos bolando uma estrategia de não brigar por conta da desorganização... estamos testando...
Ainda não deu pra ver se ta dando certo... Somos muito bagunceiro e não temos diarista, então caba ficando muita coisa pra eu fazer... e ainda trabalho o dia todo... ele tem me ajudado muito...
Mas também num surto quando ta tudo de cabeça pra baixo... eu relevo!!!

:)

Mariana on 5 de julho de 2011 15:44 disse...

Eu e o Léo tb não somos de brigar... vez ou outra fico chateada qd ele fica muito tempo com a cara metida do note sem me dar atenção... sou muito carente de atenção... rsrs. Ou então por questões financeiras... ele é muito consumista e eu quem seguro a onda lá em casa (tem que haver um equilíbrio né!). Vamos fazer 4 meses de casados, tá tudo fresquinho ainda... as vezes me pego cansada d+ por dar conta de tudo em casa e ainda trabalhar fora, e hj em dia tb já desencanei um pouco mais... se der p/ limpar beleza, se não der, fica para o dia seguinte e ninguém morre por conta disso.

Silvia on 5 de julho de 2011 15:55 disse...

Ainda não, isso que já moramos juntos faz uns 2 anos!

O problema é que a vida não é estática e as coisas vão mudando, assim como o nosso tempo e aí a gente vai mudando as necessidades. Mas a gente não é de brigar feio por isso, só que outro dia eu tive uma crise de nervos por causa disso. Já reparou que a gente tem que estudar, se cuidar, lavar a roupa, cuidar da lista do supermercado e de produtos de limpeza, tirar o lixo, ver se tem papel higiênico, lavar a louça, arrumar a casa, arrumar os armários, trabalhar/estagiar e por mais que nossos maridos sejam homens modernos muitas vezes essas coisas simplesmente não existem na rotina deles? Parece que só eles tem direito a trabalhar extra - aqui em casa o Erick fica irritado qdo eu trago trabalho para casa mas quase todo dia ele tá trabalhando em casa - e que a gente tem que aprender a deixar a casa impecável sem eles perceberem. ARF, cansa!

Beijos!

Júlia Magalhães on 5 de julho de 2011 16:01 disse...

ai é mt dificil ficar acostumada com a bagunça q o maridón ainda faz.. mas aos poucos ele já viu que é fácil eu não reclamar... acho que os dois se ajudando tem como encontrar a paz rapidinho =)

Mayra on 5 de julho de 2011 16:48 disse...

Eu sou bem relax, mas já to vendo que vou ter que me policiar, pra não ser a chata e ele entender quais são as coisas certas a se fazer em relação a casa. Mas é como a Silvia disse, tem coisa que não dá néh? tipo toalha molhada em cima da cama e assim vai . .. Bjos

Amor desde infância on 5 de julho de 2011 20:19 disse...

nossa parece q foi eu q escrevi este post eu estava meio neurotica com questao de organizaçao armario nao podia ter uma manchinha ,nem cabelo no chao 1 fio obs srrs cheguei a discultir tambem agora aviso sobre coisas q eu nao gosto mais nao piro temos q amar nao brigar e isso ai !srrsr um bjaoooo!

Flavia on 5 de julho de 2011 23:34 disse...

Acho que esse é o segredo, cada um cede um pouco!! Tenho uma tendência a ser "chatinha" e cobradora com a organização, mas lendo seu post vou procurar me conter que é pra não ter briga desde o início rsrs!
Obrigada pela dica das fotógrafas!
Beijos!!!

Ju on 6 de julho de 2011 00:23 disse...

Danee, eu pensei nisso no outro dia! todo mundo fala que o primeiro ano de casado é dificil, e eu confesso quqe não sei daonde tiraram isso! Rodrigo e eu não brigamos, é mt raro, e mesmo quando acontece algo que ue não gosto e vice-versa, a gente não fala na hora se estivermos com raiva, ou alguma coisa ruim. Deixamos para falar depois, aí sentamos e conversamos. De cabeça quente ngm resolve nada, só piora a situação. Então temos o seguinte lema: é para brigar ou para conversar? se for para brigar os dois estão fora ;)
Se for para conversar e resolver, beleza!!

beijocas, ju

Liliane on 6 de julho de 2011 08:48 disse...

Apoiada!
Sempre ouvi isso que no primeiro ano de casamento é muito difícil. Eu não sinto nada disso! Lá em casa o clima é ótimo, nos damos muito bem e as brigas são raras, na verdade, acho que nunca brigamos nesses 8 meses de casados. Claro que não concordamos em tudo, mas aprendemos que devemos esfriar a cabeça antes de falar, assim evitamos agir pela emoção e falar besteira. Até porque brigar não resolve problema, para eles serem resolvidos é preciso conversar... Tem dado super certo e estamos cada dia mais felizes!
O Evandro me ajuda bastante nas tarefas domésticas, mas é desorganizado, no início ficava muito bagunçada a casa, aos poucos fui mostrando para ele, que é mais fácil manter organizada que ter que perder horas tentando colocar tudo no lugar. Tá dando certo, hoje ele é muito menos desorganizado que antes.
Beijocas

Silvia on 6 de julho de 2011 09:29 disse...

Aqui em casa a gente não briga, como disse feio, mas é lógico que as vezes você fala algo e se a pessoa ta cansada ou estressada nem sempre entende bem. Isso vale para os dois lados. Só que a gente SEMPRE conversa e fala TUDO.
Eu me estreado tb pq sou muito cobrada e acaba refletindo nisso. Mas a gente tem um trato de nunca dormir brigado.

Grazzi! on 6 de julho de 2011 09:38 disse...

Isso ai Danee!! Tb sou aà favor de não brigar...às vezes é necessári oresolver os problemas, mas a maioria do tempo deve ser de total harmonia para que os dois tenham prazer em estar juntos, em estar em casa...

Sra. N on 7 de julho de 2011 09:29 disse...

Estávamos igual. Passamos namoro e noivado SEM brigas, mas depois de oficialmente morar junto a coisa teve algumas faíscas. Nada grave, mas é aquilo né? vc só convive com os hábitos do outro morando dia a dia.

E fiz igual vc, deixei seguir, pq se eu fosse brigar por cada pingo de água que ele derruba no chão branco da cozinha e ainda pisa, viveríamos em guerra. Achei melhor deixar de ser tão exigente com a casa e cuidar de nós dois.

Acho que nós duas fizemos as escolhas certas viu!

Naina on 7 de julho de 2011 18:38 disse...

Lá em casa é o contrário,o neurótico, é o Matheus. Eu não aguento e a gente vive brigando. Aliás, ele vive brigando comigo, pois o acordo que fizemos foi que ele limparia aparte de fora (por conta das cachorras) e eu a parte de dentro.
Gosto da casa arrumada, mas não consigo e nem sou aquelas de ficar passando a língua todos os dias. Sou meio relaxada mesmo, e acho que a casa estando arrumadinha está ótimo, já ele não, tava acostumado em ter a casa limpa todos os dias por conta da Toinha (a empregada da casa da mãe que trabalha a 20 anos).
Eu fico culpando a coitada, mas o que posso fazer.
Hoje, deixo ele falando sozinho e sou ótimas risadas, só pra ele ficar ainda mais com raiva.
Pois não fui criada pra afazeres domésticos e acho que nunca serei assim.
Prefiro meus livros.

Bibia Bueno on 7 de julho de 2011 23:23 disse...

Sinceramente? Depois de oito anos já me conformei que ele NÃO VAI MUDAR, mas pode melhorar. Vez ou outra tem briga, sim. Pra dar uma sacodida. Mas não faço disso uma constante, tento relaxar. Às vezes, de TPM, eu surto.

Bibia Bueno on 8 de julho de 2011 12:24 disse...

Oi gata! Ele não pintou. São tijolos falsos, revestimento de cerâmica. Ele que colocou com argamassa e rejunte cor de cimento. :D

Beijocas!!!

Postar um comentário

 

"Por onde for quero ser seu par" 2011 | Desenvolvido por Craftices