Páginas

"Tu és eternamente responsável por aquilo que cativas"


Olá pessoal,

Ontem a Musa citou um post que eu fiz (nem lembro qual) e o fato de não lembrar dele e ele ter sido importante pra alguém me fez lembrar dessa passagem do livro O pequeno Príncipe. Li esse livro já velhinha e essa passagem me marcou muito. Realmente, aquilo que falamos e fazemos deixam marcas em nós e nas pessoas que nos cercam.

Pessoas me fizeram mal e mesmo hoje afastada delas ainda dói quando lembro do que me fizeram. Já errei? Já! Muitas vezes. Sou humana, algumas vezes reconheci o meu erro e pedi desculpas, outras não e a vida segue pra todo mundo. Volta e meia me pego remoendo feridas do passado que não cicatrizaram e isso me entristece. Preferia que o barroca tivesse decido e as coisas terem sido resolvidas, mesmo que a gente nunca mais nos falasse, mas o disse me disse me fez mal.

Uma vez li uma crônica da Marta Medeiros publicada na revista de domingo, onde ela dizia que a pessoa só morre quando a última pessoa que lembrar dela morrer, enquanto isso ela ficará viva na memória das passoas. Concordo com essa colocação dela. Quantas vezes me peguei conversando com meus avós como se eles estivessem ao meu lado e de tanto falar deles o Mendel diz que os conhece. Não sei se as pessoas acreditam nisso, mas eu não quero que as lembranças que ficarem de mim sejam ruins.

Tudo isso é pra refletir as ações que fazemos, mesmo que as vezes sem intenção magoamos as pessoas e isso pode se arrastar por looooongos anos. E eu não quero que mesmo aquelas que não fazem mais parte da minha vida lembrem de mim com rancor. Quanto ao passado, infelizmente não posso mudá-lo, mas daqui pra frente vou tentar pensar duas vezes antes de agir, ou quem sabe três? Não custa nada tentar.


Beijocas


6 comentários on ""Tu és eternamente responsável por aquilo que cativas""

Mayra on 17 de fevereiro de 2011 00:02 disse...

Nossa perfeito para mim! Tem acontecido algumas coisas no trabalho e eu tenho refletido sobre isso.
Mas acho que as amizades que perduram monstram quais de fato valerão ser cativadas!
P.s.: nunca consegui ler o Pqno Príncipe, tento e não saio da primeira página e isso desde criança!

Bjos

casadadonajulia on 17 de fevereiro de 2011 08:02 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Denise Eldochy on 17 de fevereiro de 2011 08:07 disse...

Não concordo muito com esta frase não... Simplesmente pq acho que os pensamentos, sentimentos e palavras de outros sobre mim não são de minha alçada. Seria muito pretensioso de minha parte achar que posso "comandar" o que se passa no íntimo de alguém.

Prefiro muito mais Shakespeare:"Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto..."

Ju on 17 de fevereiro de 2011 08:22 disse...

OI, Querida,
eu tb gosto desta frase e sou mt emotiva e as vezes falo e ajo sem pensar. Tenho tentado mudar isso dentro de mim, e de certa forma tenho conseguido, mas é uma luta, uma vigia diária.
Tem algumas pessoas que deixei a vida levar, a maioria dessas pessoas eu tenho a consciência de que tentei de tudo para resolver... e por isso não me sinto mal. Penso nas pessoas sim, q poderia ter sido diferente. Mas para uma relação acontecer, as duas pessoas tem que querer ;)
beijinhos, ju

Mulher e Ponto on 17 de fevereiro de 2011 08:36 disse...

Dane roubei o pequeno príncipe da minha tia, detalhe até hoje não li e o pior nem devolvi rsrs...
Mas adorei o post, é certo que guardar é pior, mas tem situações que isso se torna maior que agente né... to em fase de aprendizado.
Oh boa dica os pincéis são ótemosss
Beijinhusss

Silvia on 18 de fevereiro de 2011 12:07 disse...

Minha avó materna faleceu já fazem uns 15 anos e eu até hoje choro pensando nela. Outro dia fiquei para minha mãe "Será que a Vovó teria gostado e aprovado o Erick?"

Ela tinha um pratinho que tinha uma frase do Pequeno Príncipe, me lembrei por isso. ;)

Eu já sofri muito tb com isso de me apegar as pessoas e não sei se algum dia vou conseguir ficar mais calejada.

Beijos!

Postar um comentário

 

"Por onde for quero ser seu par" 2011 | Desenvolvido por Craftices