Páginas

O primeiro ano.


Olá pessoal,

O ano de 2011 começou diferente. Aliás ele ainda está diferente. É o primeiro ano da minha vida que não sei o que vou fazer. Planos eu tenho aos montes, mas é o primeiro ano que começo sem nenhum em prática sabe? Isso tem me deixado irritada, confusa e com muito medo.

Desde que nasci até terminar o ensino médio, os meus pais tinham planos pra mim. Eles decidiam, onde eu ia estudar, morar e mais um monte de coisas. No meio do ensino médio em 2002 eu já tinha decidido o que faria no ano seguinte. Terminei a faculdade e já tinha um emprego, fiz pós e mais um monte de coisas, em 2009 e 2010 foquei os meus planos na casa e no nosso casamento. 2010 terminou e eu não coloquei nenhum plano pra 2011 em prática, não por falta de vontade minha, mas que eles não dependem só de mim e não são imediatos. Existem prazos. Enfim, terminei 2010 agoniada sabendo que teria esse "hiato", mas daqui a pouco termina o segundo mês do ano e nada! Tá, eu tenho o meu emprego, mas não sei se queria seguir com ele. Não, eu não quero deixar de lecionar, mas sei lá... enfim muitas dúvidas.

Hoje depois de pensar muito, conversar muito com o Mendel, chorar, sofrer, pesas os prós e os contras decidi pedir demissão de uma das escolas em que trabalho. Foram quase 5 anos trabalhando no mesmo lugar. Aprendi muito, amo os meus alunos, todos que foram meus alunos, mas não dava mais. O Mendel me deu muita força, ele sabia o quanto eu estava insatisfeita de trabalhar lá e isso me fazia muito mal. Mas o medo do dinheiro fazer falta me fazia adiar. Tudo bem que era uma merreca, mas mesmo assim dá muito medo. Temos casa pra sustentar e mais um monte de contas pra pagar. Fizemos contas e vimos que dá, mas mesmo assim ainda relutava, agora eu não moro mais com meus pais, não posso me dar ao luxo que antes tinha. Não pagava conta nenhuma, só o meu cartão e o plano de saúde, por todos esses medos eu ia deixando rolar. Até que o Mendel me deu o empurrãozinho que faltava, entreguei minha carta de demissão e sai feliz, leve. A única coisa triste foi ver alguns olhinhos cheios de lágrimas que tive que deixar pra trás.

Mesmo tomando uma das decisões mais importantes do ano até agora ainda me sinto meio perdida, sem rumo. Eu sei o que eu quero, mas e o medo o que faço com ele?

Dúvidas, muitas dúvidas. Todas elas acompanhadas de muito medo.

Beijocas

12 comentários on "O primeiro ano."

Mulher e Ponto on 9 de fevereiro de 2011 19:35 disse...

Ah Dane ...
Não fica assim não, eu sei que é bom termos planos, metas, mas como você mesma disse, você já se formou, fez um montão de especializações, se casou ... então as vezes o melhor mesmo é deixar pelo menos em poucos momentos das nossas vidas, a própria vida nos levar, sem planos e sem metas, é só vive-la intensamente. Planejar, e esperar que tudo aconteça, nos deixa querendo ou não muito ansiosa, e as vezes esquecemos daqueles bons momentos que lutamos tanto para ter e não vivemos até a ultima gotinha.
Se ficou feliz por que se demitiu, não vai deixar o medo ser maior do que você, afinal olha quanta coisa você já conquistou?.
Dará tudo certo, mas que certo você vai ver ...
Estou torcendo por você, ah e quanto aos alunos, você somou na vida deles e eles levarão você para sempre na memória, isso não é perfeito?.
Beijokasss
Tati Dias.

Bianca Bueno on 9 de fevereiro de 2011 20:01 disse...

Também estou para tomar um decisão dessas que é duro tomar, mas não é nada tão grande por enquanto...

Menina, relaxa. Tira uma folga dos planos até decidir o que exatamente você quer planejar. Eu te entendo, mas às vezes é melhor só curtir o momento.

camilla pinto on 9 de fevereiro de 2011 20:39 disse...

amiga estou no mesmo barco que você e sabe o q faço quando essa nuvenzinha vem na cabeça? Rezo, tenho fé, somos pessoas boas, do bem...não tem como dar errado. O ano de 2011 ainda trará muitas alegrias e surpresas para nós! te amo

Waleska on 9 de fevereiro de 2011 20:47 disse...

Acho que o passo mais crucial já foi dado, agora é hora de começar a fazer e por em prática os planos.
Enfim, boa sorte!!!


Nos vemos amanha???? rsrs

Liliane on 9 de fevereiro de 2011 21:41 disse...

Querida, não fique triste. Você pediu demissão hoje, espere mais uns dias, deixe sua cabecinha entrar nos eixos, aí com calma você toma uma decisão e pensa nos próximos projeto.
O mais importante vc tem que é o apoio do seu maridón!
Estou aqui para o que vc precisar...te ouvir, brincar de make, fofocar em um boteco. Pode contar comigo, viu?
Um beijo grande!

Ju on 9 de fevereiro de 2011 22:54 disse...

Querida, toda e qq mudança traz medo e inseguranças... é dificil, e por mais que seja uma merreca, é a merreca que ajuda no final do mes, né? te entendo perfeitamente... e é mt bacana ter um maridón que te apóia e acredita em vc!

Aproveita isso e investe neste seu outro sonho que está parado... vc só vai saber se vai dar certo se tentar... entao si joga!

Aproveita que o ano está começando e começo de ano é sempre bom para renovar as esperanças e dar novos passos!!

beijão e inté manhã!

on 10 de fevereiro de 2011 09:27 disse...

Jura???? Quer dizer que já perdi vááárias cebolas então? :(
não creio..rs

beijosssssssssssssss

Júlia Magalhães on 10 de fevereiro de 2011 10:27 disse...

Danee que bom uqe vc seguiu seu coracao!!! =)

Eu tive dois bolos, um ficou na mesa e o outro na cozinha =P

beijokass

Musa on 10 de fevereiro de 2011 11:07 disse...

Danee,

Tenha fé que tudo vai dar certo. Você é uma pessoa de bom coração e a vida só tem a te trazer coisas boas tb. O passo mais importante já foi dado, a decisão q te incomodava. Agora está recente, normal ter medo... logo logo vc se adapta e quem sabe algo q vc nem esperava surge aí?

Bjos!

Maitê on 10 de fevereiro de 2011 13:51 disse...

Danne, eu acho que o passo mais importante vc já tomou ... pedir demissão de um lugar que não trazia mais tanta felicidade e satisfação ...
Quanto aos planos futuros, vai pensando com calma ... existem tantas opções de coisas boas para se fazer ... Quem sabe uma nova escola, um novo curso ????

Boa sorte viu ??

Beijinhos enormes !!!

M.Munhoz on 10 de fevereiro de 2011 14:39 disse...

Nossa, estou sentindo as mesmas coisas. Ando muito perdida. Feliz, mas perdida. Acho que as coisas vão se acertar, né? Beijos

Aline e Marcelo Tamaki on 10 de fevereiro de 2011 17:43 disse...

Danee
Entendo como foi difícil pra você tomer essa decisão.
Passei por isso ano passado, também lecionava, mas não estava feliz.
Adiei por varias vezes a decisão de parar. Pensava no dinheiro, pensava em meus alunos, , pensava até mesmo na minha coordenadora, que antes de tudo e uma grande amiga, e sabia que ia deixá-la com um probleminha, afinal era a única professora de história da escola com 8 turmas. Mas depois começei a pensar em mim, na minha saúde, pensei no meu filho, no meu marido... enfim foi a melhor decisão que tomei. Amo meus ex-alunos, sinto muitas saudades, mas hoje me sinto muito mais feliz, e sei que tomei a decisão certa.
Amoooo seu blog.
Bjs

Postar um comentário

 

"Por onde for quero ser seu par" 2011 | Desenvolvido por Craftices