Páginas

Nunca tinha pensado nisso.


Olá pessoal,

Ontem encontrei com amigas o que é sempre muito bom. A-D-O-R-O o nosso momento clube da Luluzinha. Voltando de metrô com a Wal e fofocando a beça ela me pergunta como vou pra casa depois que descer do metrô. Eu toda sorridente respondi que pegaria um taxi. Ela fez uma cara de preocupação e disse que não pegava taxi na rua, que ligava sempre pra pedir um, que tinha medo, que não confiava e pronto instalou-se na minha orelha uma pulga do tamanho de um dinossauro e acabei ficando com medo, eu ia pegar o taxi em um lugar deserto e sozinha.

Sai da estação e tinha um taxi parado no sinal, abri a porta, mas antes de entrar li o nome da cooperativa e o número. Dei boa noite, avisei pra onde eu iria e enviei uma mensagem pro maridão com o nome da cooperativa e o número. Lógico que o Mendel não entendeu nada e ficou preocupado. É que a pessoa aqui não disse mais nada, era que a nóia era tão grande que eu tava com medo de ficar explicando muito e acontecer alguma coisa e eu não conseguir enviar a mensagem. Enfim, o taxista era um velhinho fofo que foi conversando comigo sobre o abuso da violência policial e em menos de 10 minutos eu já estava em casa. Expliquei tudo pro Mendel e combinei que sempre que eu pegar taxi sozinha independente da hora eu vou enviar uma mensagem com o nome da cooperativa e o número. Pode não ser muita coisa, mas alguém vai saber o taxi que me levava.

Eu nunca tinha pensado nisso, não tinha medo e preocupação nenhuma. Sempre vou conversando com os motoristas e sempre me trataram bem, mas infelizmente o mundo tá cada vez mais louco e nós vamos ficando "loucos" com ele. Tudo bem de "médico e louco todo mundo tem um pouco". Eu sou normal.

Beijocas

11 comentários on "Nunca tinha pensado nisso."

Ju on 11 de fevereiro de 2011 14:38 disse...

Menina, eu também tenho essa preocupação! O Rodrigo praticamente "me proibiu" de pegar taxi na rua, sem chamar e sem ser de cooperativa, pq um pouco antes do nosso casamento, uma amiga dele do trabalho, pegou um taxi sabado as 11 am, e foi roubada pelo taxista...
ele simplesmente ficou com toda bolsa dela, documenmtos e ainda fez ela ir num caixa eletronico e sacar mil reais.
Eu nunca tenho mil reais na conta... hehehe
só no dia do pagamento, pq logo em seguida pago as contas e não sobra quase nada... aí poderia ser mt pior. Então, para evitar isso, eu sempre pego de cooperativa.

beijinhos, ju

Danee on 11 de fevereiro de 2011 14:39 disse...

Que horror Ju! Não sabia disso não, vou tomar mais cuidado. Mil reais na conta é lenda urbana. hahahahah

M.Munhoz on 11 de fevereiro de 2011 14:46 disse...

É verdade ... olha só o meu post de hoje. Absurdo! Beijos

Liliane on 11 de fevereiro de 2011 15:21 disse...

Eu também tenho medo, evito ao máximo pegar táxi de rua aqui no RJ. Em niterói é mais tranquilo, ou pelo menos parece, e eu acabo ficando mais relaxada por lá.
Quando morava no RJ e usava muito táxi a noite porque saía tarde do trabalho, sempre pedia de cooperativa. Anota no seu cel o número de algumas cooperativas, assim vc pode ligar e chamar. Acho que é o menos arriscado.
Beijocas, Lili

Musa on 11 de fevereiro de 2011 15:25 disse...

Nunca tinha pensado nisso tb, Danee! Pego direto na rua, graças a Deus nunca aconteceu nada. rs
Vou procurar ter mais cuidado!

Bjos!

Maitê on 11 de fevereiro de 2011 16:56 disse...

Danee,

Já tem alguns anos que eu não pego táxi na rua. Sempre ligo para uma cooperativa e quando estou solicitando o táxi eles já dão o número do carro que vai nos buscar então já passo logo para o marido.

Geralmente eu só pego os táxis da JB ...

Beijinhos enormes !!!!!

Gabs Pires on 11 de fevereiro de 2011 17:15 disse...

Oi flor,
Tudo bom?
Passei pra fazer uma visitinha.


Beijos
Gabs (gabspires.blogspot.com)

Romance Retro on 11 de fevereiro de 2011 17:16 disse...

rsrs que engraçado sua situação.
Mas na dúvida, é melhor prevenir né? rsrs

adorei seu blog, amo o mundo dos casamentos, apesar de estar solteira ainda. hahaha

vou seguir, passa la no nosso blog pra conhecer, add ai
http://romanceretro.blogspot.com/

beijos, Rô

Waleska on 11 de fevereiro de 2011 18:54 disse...

Que alivio ler os comentários, pensei que só eu fosse neurotica, hauhaua.

Mas tipo, tenta andar sempre com alguns numeros de cooperativa no celular (o bom é que tem algumas que dão desconto se vc for cadastrada ou permitem que vc pague com cartão, o que é uma mão na roda em algumas situações).

Mayra on 11 de fevereiro de 2011 22:30 disse...

Olha, nós sempre ligamos, mas tem certos horários que a cooperativa nem retorna a ligação com o horário que vai ter o táxi. E quando vamos para a rua pegar, nunca soltamos na porta do lugar para onde vamos, nem que seja duas ou três casas depois, isso é coisa do noivo, já que segurança nunca é demais.
Mas vc estando sozinha é melhor tomar mais cuidado mesmo!
BJos

Laiz Malafaia on 12 de fevereiro de 2011 09:10 disse...

Nunca tinha pensado nisso também. Sempre pego taxi, principalmente quando tô atrasada pra alguma coisa (quase sempre)...
Até ligo pra cooperativas, mas só quando estou em casa e quero sair. Mas quando já estou na rua, vai qualquer um mesmo.
Talvez eu confie tanto pq meu sogro é taxista (sem cooperativa e sem numeração), e por conhecer tanto a ele, acho que acabo confiando em todos...

Gostei da ideia, vou combinar isso com o david tbm! ;)

Postar um comentário

 

"Por onde for quero ser seu par" 2011 | Desenvolvido por Craftices