Páginas

Zélia Gattai


Olá pessoal,

Minha coleção. Ainda faltam alguns e tem outros emprestados, né sogra?
Foto péssima de celular


Hoje eu vim falar da minha autora favorita. Eu comcei a ler os livros dela depois que conheci o Mendel e ele me emprestou o livro Anarquistas Graças a Deus. Leitura leve, gostosa, rápida, divertida e muito elucidativa, aliás essas são características de todos os livros dela que eu já li. Os seus livros são memórias e uma mistura da vida pessoal dela, Jorge Amado, seus filhos e com a história política/cultural do mundo. Já ri, chorei, torci, acompanhei o casamento dos filhos deles, o nascimento dos seus dois filhos com Jorge. Enfim me considerava amiga. Eu e minha sogra ficamos trocando figurinhas sobre os livros e nós duas temos uma grande admiração por essa mulher.

Em 2008 fui passar o carnaval em Salvador e entrei em contato com a Paloma (filha mais nova), queria encontrar com a Zélia para falar de um projeto que eu ainda tenho de escrever um trabalho sobre o livro Anarquistas Graças a Deus, estava super certo o encontro, só que na semana do encontro a Zélia perdeu o seu filho primogênito. O encontro foi adiado e eu voltei pro Rio sem encontrá-la. No mesmo ano Zélia faleceu, eu soube da notícia pelo rádio do carro, chorei como se estivesse perdendo uma amiga, buzinei feito louca como se de fato estivesse me despedindo.

Os livros dela são ótimos, já usei trechos em sala, meus alunos adoraram! Ela me ensinou muita coisa. O amor que ela tinha por Jorge e como a gente enxerga esse amor nos livros é de se admirar, não sei se sou capaz de tamanha abdicação por uma pessoa, talvez pelos meus futuros filhos e só. Amo muito o Mendel, mas não sei se é pra tanto. A minha sogra vai entender.

Nunca li nenhum livro do Jorge Amado, comecei a ler Capitães de Areia, mas a minha personagem favorita morreu no meio do livro. Perdi o tesão no livro e acabei doando pra uma amiga que faz a coleção dos livros dele. Já os dela, eu devoro!

Os livros que eu mais gosto dela são:

-Anarquistas Graças a Deus
-Um chápeu pra viagem
-A senhora dona do baile
-Jardim de inverno

Nessa ordem (exceto o Anarquistas que relata a infância dela) os livros contam o momento em que eles viverem em exílio pela Europa, é uma aula de História e Geografia e mesmo sendo militante do Partido Comunista na época ela faz críticas ao partido de uma maneira muito sensata.

Minha sogra já me ligou emocionada depois de ler um post no meu blog e me comparou a Zélia. Eu que fiquei toda emocionada. Imagina! Falta muito pra chegar aos pés dela e nem sei se um dia conseguirei.

Infelizmente os livros dela não são fáceis de serem encontrados. Alguns eu comprei em sebos, outros em um pacote pela internet, outros eu ganhei. Está quase completa, acho que só faltam quatro livros.

Enfim o que isso tem a ver com o meu blog? Queria compartilhar com vocês sobre essa grande mulher que apesar de não parecer teve uma vida extremamente difícil. Batalhou por um amor e viveu com ele até os últimos dias de sua vida, mesmo depois da morte de Jorge. Sei que não teria a abdicação (essa palavra existe?) que ela teve, mas eu quero viver o amor que eu tenho pelo Mendel até os últimos dias de nossas vidas e que esse dia demore muito à chegar

Beijocas

5 comentários on "Zélia Gattai"

Ju on 24 de setembro de 2010 21:32 disse...

Que declaração linda de amor!!!
clap, clap, clap (palmas! heeheh)

Eu também adoro os livros da Zélia, realmente é uma leitura gostosa!!

bjus, ju

Flavia on 25 de setembro de 2010 10:48 disse...

Que vergonha, nunca li nada da Zelia Gattai... mas sou apaixonada por Mar Morto, do Jorge Amado.
Bjs!!

Riso on 26 de setembro de 2010 11:22 disse...

Nora querida, você você sabe o quanto eu admiro a Zélia, mas também como você apesar de todo o meu amor pelo seu sogro que não é pouco eu nunca abri mão dos meus anseios e graças ao amor dele e eu consegui e espero que você faça o mesmo. Eu falo com toda a convicção que Jorge Amado não seria o mesmo sem a Zélia e o Mendel está se tornando um adulto cada vez mais completo porque tem você. Bjos da Tia sogra coruja.

on 27 de setembro de 2010 18:02 disse...

Oi flor, tudo bom? Conheci seu blog no da Letícia – “Quando o Assunto Vira Casamento” - e adorei viu. Muito lindo. Já estou seguindo.
Se quiser visitar o meu, gostar e quiser segui-lo, ficarei muito feliz.
http://endersonefernanda.blogspot.com

Bjim.
Felicidades sempreee....

Godô on 29 de setembro de 2010 18:58 disse...

Adorei o seu blog :) Já estou seguindo, passa lá no meu

http://www.mgodofreda.blogspot.com/

Beijos

Postar um comentário

 

"Por onde for quero ser seu par" 2011 | Desenvolvido por Craftices