Páginas

Andando de trem.


Olá pessoal,

Quando casei eu perdi direito ao carro que dividia com a minha mãe, hoje o carro é monopólio dela. Eu passei a usar o trem como um dos meus meios de transporte, confesso que no início eu fiquei com o pé atrás e preocupada. Puro preconceito. O trem é ótimo, lógico que muita coisa ainda tem que melhorar e sem falar também que eu só ando no contra fluxo, ou seja nunca vivenciei o trem no horário de maior fluxo. Vou sentada e volto sentada, em 15 minutos eu chego em casa ou no trabalho e o melhor de tudo me programo para sair de casa pelo site da supervia que avisa que horas o trem chega na sua estação de origem e que horas ele chegará ao seu destino. Duvidei que os horários do trem no site fossem reais, mas são, comigo sempre dá certinho.

Tudo isso é pra falar da maior diversão do trem. Os vendedores ambulantes vendem de tudo! Já vi cada coisa e se nas grandes empresas a propaganda é a alma do negócio para os camelôs não é diferente. Ontem entrou um no vagão que eu estava que divertiu a minha viagem, só não comprei porque minha bomboniere já tá cheia. Ele fez um teatro e ele mesmo representava três papéis, o pai, a esposa e o filho. Muito engraçado e interessante o teatrinho. No final ele concluiu falando que nós temos que nos auto valorizar e que ele não era camelô, mas sim um Gestor do Marketing Alternativo. ADOREI!

Desci do trem e segui andando pra casa pensando nisso. Quantas vezes eu deixei de me auto valorizar? Juntei ainda com uma conversa que tivemos em um das reuniões do meu trabalho, sobre a capacidade da gente reconhecer aquilo que fazemos bem e falar isso pra pessoas. Quando a gente se auto elogia as pessoas tendem a achar que somos esnobes, mantendo o fio da meada lembrei de um post que li em um blog que não lembro qual, sobre a nossa dificuldade de escutar um elogio e agradecer somente. Normalmente a gente emenda um elogio recebido com uma frase do tipo, foi baratinho ou é velho. Porque nós mesmos não reconhecemos as nossas virtudes? Tá ai uma coisa que vou passar a trabalhar em mim.

Quem diria que o Gestor de Marketing Alternativo me faria refletir tando. Salve, salve a quebra dos paradigmas.


Beijocas

5 comentários on "Andando de trem."

Sandrinha on 3 de agosto de 2010 14:04 disse...

Olá!
Assim como vc.
Já fiz mto uso, deste meio de transporte.
Pelo q vejo pouca coisa mudou!
Sempre tinha uma pessoa deste tipo,nos vagões.
Alguns bem divertidos.

Bjs!!!

Camila on 3 de agosto de 2010 20:04 disse...

Ahhh, nas últimas semanas tenho andado de trem!
Eu não gostava muito, mas tenho que confessar que é o melhor transporte no quesito praticidade e rapidez!
Acontece muuuuita coisa engraçada, e que faz da minha viagem menos cansativa, já que quase nunca consigo sentar e quando consigo, faltam poucas estações pra descer!!! rs
E olha, é um momento que tenho pra pensar na vida, ouvir a conversa das pessoas e tirar algo de bom de tudo!
Beeeijos!

Mayra on 3 de agosto de 2010 20:31 disse...

Por algum acaso, o carinha era um gordinho? Ele mesmo se intitula o gordo chato do trem e tem vídeo no youtube, não acreditei qndo ele disse mais é verdade! No trem se ve de tudo mesmo, sóé chato qndo agente quer cochilar e tem alguém vendendo!

Bjos, Mayra do nossoferiado.blogspot.com

Natália on 3 de agosto de 2010 21:29 disse...

kkk eu já respondo elogio de outra forma...


"q rosto lindo!"
"concordo!"

"como vc está bonita!"
"mas não é que é mesmo?"
OU
"obrigada. mas, para futura referência, o verbo é SER, não ESTAR."

kkkk tudo rindo, logico.

******
sb o trem, apareceu a supervia ha umas 2 semanas no novo programa do rafinha bastos. um escandalo. vc tem sorte de estar indo pro meier, nao pra jacareih.

Mayra on 4 de agosto de 2010 15:01 disse...

O título do vídeo é: O Gordo Chato da Supervia. É engraçado ver como ele vende mais do que os outros, papo dele realmente é bom!
Bjos

Postar um comentário

 

"Por onde for quero ser seu par" 2011 | Desenvolvido por Craftices