Páginas

Do fundo do baú


Umas duas semanas atrás minha mãe me disse que tinha guardado ainda o vestidinho que usei no meu batizado, na mesma hora eu disse que queria ele pra Morena usá-lo. Fui à casa dela e pedi pra ver o vestidinho, ela não tem só ele guardado, ela tem quatro vestidinhos e alguns foram usados por minha irmã e por mim. Tem um que ela mesma costurou, não só costurou como foi o primeiro vestidinho que fez pra minha irmã e que depois eu herdei.

Fiquei olhando aqueles vestidinhos cheios de história, manchadinhos pelo tempo e imaginando a minha Moreninha dentro deles. Minha mãe ficou responsável por lavá-los, tirar as manchas e trocar as fitinhas de cetim que estão feinhas por causa do tempo.


O vestidinho branquinho menos manchado foi o que eu usei no meu batizado e o amarelinho foi o primeiro vestidinho feito por minha mãe pra minha irmã. Agora ela disse que vai fazer um pra Morena e lógico que vou cobrar.

Eu com meus avós/padrinhos no meu batizado

Os santinhos são por causa dessa história: 

Quando meus avós maternos batizavam uma criança, eles diziam ser apenas um "instrumento" e escolhiam um casal de santos para apadrinhar tal criança. O casal que escolheram pra mim foi São Sebastião e Nossa Senhora de Lourdes. 
27 anos depois me casei na igreja de São Sebastião que tem uma gruta em homenagem a Nossa Senhora de Lourdes (não sabia dessa história quando escolhi a igreja).
Meus avós escolheram muito bem e mesmo de longe continuam me protegendo, guiando e abençoando.

7 comentários on "Do fundo do baú"

Helen on 1 de maio de 2013 10:59 disse...

Que lindo! Me emocionei com essa história. Adoro essas memórias de família...é tão bonito ver a próxima geração herdá-las. Tenho certeza que Morena ficará linda usando esses vestidinhos (e ainda bem que é menina, né?! Se bem que, se fosse menino, você ainda poderia guardar os vestidinhos para os netos, né?! ;)
beijinhos!

Helen on 1 de maio de 2013 11:00 disse...

ah, e agora me lembrei do livro de receitas da sua avó, que vc tb tem...já estou aqui imaginando Morena maiorzinha, brincando de cozinha de com você e as receitas da bisa :)

Maitê on 1 de maio de 2013 18:21 disse...

Eu também usei vários vestidinhos que foram meus na Giulia !!!!

O do batizado foi usado pela minha mãe, pela minha irmã, por mim e agora pela Giulinha ... virou tradição !!! hahahahahaha ...

Estou doida para a Malu liberar as fotos para eu poder mostrar todas as gerações com o mesmo vestidinho !!

Beijinhos !!!!

Silvia on 2 de maio de 2013 01:15 disse...

Erick já prometeu me dar um Lulu da Pomerânia se eu não tiver uma menina! E é tanto vestinho, calcinha de crochê e outras coisas bem mulherzinhas que tenho por aqui - minhas e de uma prima - que eu já até brinquei que se for menino vou dar uma de escosês e usar saia nele! ;P Brincadeiras a parte, acho um máximo ter relíquias familiares para usar com as nossas crias! Infelizmente minha mamadeira de vidro quebrou faz algum tempo, mas acho que ainda tenho a que era da minha mãe!

Morena vai ficar linda de lacinhos com esses vestidinhos! Já tô imaginando uma menina bem bochechuda, com olhar sapeca, cabelinhos negros cacheados, com um sorrisão desdentado no vestido amarelo! E com uma colher de pau na mão pq tá "ajudando" a mãe a fazer cupcake! :)


Beijos!

Biessa on 3 de maio de 2013 19:57 disse...

Acho isso mto fofo, Danee!

Eu tenho uns três vestidinhos comigo lá em casa, esperando a Joana/Alice chegar :)
Periodicamente mamy mandava pra minha vó lavar e coarar, então eles estão como novos! Qdo casei ela me deu rs

Mas a história mais legal é a da calça jeans.
minha prima mais velha usou (ela tem 32 anos), passou pra irmã dela (30 anos), pra mim (vou fazer 28) e pro meu irmão (26 anos). Há quatro anos atrás, minha mãe deu a calça pra minha prima mais nova, que teve um bebê. Ou seja, mamy guardou por 22 anos e meu priminho de quatro anos usou a mesma calça jeans que nós :) Mas acho que minha prima não guardou não hehehehe

Beijos

Nathacha on 4 de maio de 2013 01:13 disse...

É tao legal achar as coisas que usamos quando eramos um cotoquinho de gentee, rsrs, ano passado achei meu peniquinho, rsrs e o pior q me lembrava dele. Mamae mandava eu fazer dentro e eu sempre fazia kakinha do lado, rsrsrs coisa de criança. Mais foi bom encontra-lo.


Beijos e me visita



www.medicinepractises.blosgpot.com



By, Nathacha Phactholly (RJ CAPITAL)

Flicka on 15 de maio de 2013 20:39 disse...

MORRI!!!!
Que lindooooooss Danee!!!! AMEI MUITO!!!!! Adoro objetos com historias que passam de geracao pra geracao.. aqui nunca tive isso, mas admiro muito quem tem! Quero ver ela dentro desses vestidos lindos!!!! Super princesa!!! <3

Postar um comentário

 

"Por onde for quero ser seu par" 2011 | Desenvolvido por Craftices